dança, filme, Posts do blog

Pina Bausch

Pincelada no Passado

Pina Bausch

Philippine Bausch, conhecida como Pina Bausch, nasceu na Alemanha em 1940 e ficou mundialmente conhecida como bailarina, coreógrafa e pedagoga da dança, por inserir o teatro na dança e utilizar o corpo de forma livre. 

Aos 15 anos começou a estudar na Escola Folkwang em Essem.

Em 1960 foi para os Estados Unidos da América, na Escola Julliard.

Em Nova York atuou como bailarina na Companhia de Dança de Paul Sanasardo e Donya Feuer, como também no New American Ballet e no Metropolitan Opera.

Após voltar para a Alemanha lança como coreógrafa o espetáculo Fragment.

d2f383137e0f77ed52c29e9b0b263337

Pina, na década de 20, ajudou a revitalizar a dança moderna (com tendência expressionista). Mas essa vertente da dança perdeu a importância com a chegada no nazismo na Alemanha.

Na década de 70 tornou popular o termo Tanztheater, que significa teatro-dança, usado para distinguir o trabalho de coreógrafos como Pina Bausch, que rejeitavam o formalismo do ballet alemão e da dança pós-moderna norte-americana então na moda.

Pina também ficou conhecida por contar histórias enquanto dançava. Suas coreografias eram baseadas muitas vezes nas experiências de bailarinos.

As interações entre o masculino e o feminino, temas muito usados por Pina, chamaram a atenção do diretor espanhol Pedro Almodovar. Pina se destaca em uma linda cena de dança no filme “Fale com Ela”.

O famoso diretor Win Wanders, conhecido por dirigir o documentário “O Sal da Terra”, sobre a vida do Fotógrafo Brasileiro Sebastião Salgado,  produziu um documentário sobre esta audaciosa coreógrafa e bailarina. Nesse documentário o diretor mostra a arte e o olhar de Pina ao movimento da alma humana, mostrando sentimentos como o amor e a tristeza. 

Pina Bausch uma revolucionária da dança moderna,  faleceu em junho de 2009 na Alemanha e deixou sua marca pelo mundo.

06-Pina-Bausch-large-thumb-600x337-3088

 

Um comentário em “Pina Bausch”

  1. e que leveza hein, bailarina e coreógrafa de tirar o chapéu… esse resgate desses profissionais é tudo de bom. Riqueza de trabalho…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s