dança, Posts do blog

Gira – O Espetáculo

O mais novo espetáculo “GIRA” do consagrado Grupo Corpo tem agenda que começa agora em agosto:

 

  • São Paulo

  • De 04 a 13 de agosto
  • Onde: Teatro Alfa
  • Rio de Janeiro

  • De 23 a 27 de agosto
  • Onde: Teatro Municipal
  • Belo Horizonte

  • De 02 a 07 de setembro
  • Onde: Palácio das Artes

A Apresentação

“GIRA” tem nova coreografia com trilha musical especialmente composta e interpretada para o espetáculo pelo Grupo paulista META META.

Considerada uma das expressões mais inovadoras da cena musical brasileira, a banda tem marcante presença africana em suas composições.

No 39° espetáculo da companhia mineira, a conexão com o divino se faz de maneira explícita.

GIRA_foto Jose Luiz Pederneiras_JLP6512
Foto: José Luiz Pederneiras

O Corpo banhou-se nas tradições africanas, não deixando faltar o tambor, a dança, a comida e a festa. A GIRA (como se denomina o espaço e o momento em que as entidades descem para que homens e mulheres se elevem), um dos momentos para religar o humano e o divino, é uma das principais celebrações da Umbanda. A gente aprende no terreiro de Umbanda que a dança leva à transcendência.

E é com todo respeito, que o Grupo Corpo convida o espectador a conhecer a riqueza do universo da cultura afro-brasileira.

Direção Artística: Paulo Pederneiras

Coreografia: Rodrigo Pederneiras

A Companhia

Fundado em 1975, o Grupo Corpo de Belo Horizonte, estreou sua primeira criação no ano seguinte com o espetáculo “Maria Maria”, com música original assinada por Milton Nascimento e coreografia do argentino Oscar Araiz.

Sucesso total, o balé permaneceu seis anos em cartaz, percorrendo 14 países.

Com um árduo trabalho e estabelecimento de metas de longo prazo, o Grupo Corpo conquistou uma identidade artística própria, a sustentação de um padrão de excelência e a construção de uma estrutura capaz de garantir a continuidade da companhia, além é claro, da empatia com o público, os elogios da crítica e o sucesso de bilheteria.

Em 1981, Rodrigo Pederneiras assume o posto de coreógrafo – residente juntamente com Paulo Pederneiras, que assume a direção artística da companhia, sendo também responsável pela iluminação e cenários dos espetáculos.

As Obras

  • Dança Sinfônica
  • Suite Branca
  • Triz
  • Sem Mim
  • Ímã
  • Breu
  • Ongotô
  • Leucona
  • Santagustin
  • O Corpo
  • Benguetê
  • Paralelo
  • Bach
  • Sete ou Oito peças para um ballet
  • Nazareth
  • 21
  • Missa do Orfanato

Um comentário em “Gira – O Espetáculo”

  1. Excelente informação acerca do espetáculo “Gira”. Quem sabe eu consiga assisti-lo em Sampa. Obrigada amigas. E, Parabénsss.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s