dança, Posts do blog

A Última Dança

Aliança Francesa traz pela primeira vez a Florianópolis o espetáculo solo:

“A Última Dança”

20645462_1247342585369683_5642545142554541541_o

Após duas temporadas  em São Paulo, onde obteve ótimas críticas, além de retorno muito positivo do público, a peça chega a Santa Catarina.

Enredo

A peça é baseada no Diário de Simone Weil “Experience de la vie d’usine” (Vivendo a vida da fábrica) e nas pesquisas publicadas por Eclea Bosi (Simone Weil – A Condição Operária e outros estudos sobre opressão).

A atriz Natalia Gonsales faz o monólogo inspirado no diário da escritora e filósofa francesa Simone Weil,  no período em que ela abandonou seu trabalho e sua família para se tornar operária e escrever sobre o cotidiano em uma fábrica.

Simone Weil

Nasceu em Paris em 1909, filha de médicos judeus, aluga um quarto  perto de uma fábrica aos vinte e poucos anos. Despede-se dos pais e amigos do ensino de Filosofia, e passa a trabalhar nas linhas de produção de uma fábrica com o objetivo de analisar a condição operária e a opressão social da época. Acreditava que para entender a realidade dos trabalhadores deveria viver junto a eles.

Formada em filosofia pela Sorbonne, foi a primeira mulher catedrática da França.

Lutou na guerra civil espanhola ao lado dos republicanos e na Resistência Francesa, em Londres. Por ser bastante conhecida, foi impedida de retornar à França como pretendia.

Acometida de tuberculose,  não admitia se alimentar além da ração  permitida aos soldados nos campos de batalha. Seu estado de saúde se deteriorou rapidamente. Simone Weil faleceu aos 34 anos.

Cenário

No cenário, que tem a assinatura de Flávio Tolezani (cenógrafo, ator e diretor), algumas máquinas de linha de produção ajudam a compor o monólogo), onde são relatadas as precárias condições de trabalho, onde o calor das fornalhas, a fome, as doenças, o barulho e o esgotamento físico se aliavam ao medo dos empregados.

Música

A trilha é composta por ruídos das correias e barulhos de maçanetas. Outras manifestações sonoras do ambiente fabril são transformadas em músicas compostas pelo premiado compositor Daniel Maia.

Autoria

A peça foi escrita pelo dramaturgo, diretor e coordenador do Núcleo de Dramaturgia do SESI.

Realização

Aliança Francesa de Florianópolis, Ministério da Cultura e Governo Federal.

Assista:

  • Teatro Álvaro de Carvalho
  • 16 de agosto
  • 20h00
  • Entrada Gratuita
  • Ingressos devem ser retirados uma hora antes na bilheteria do teatro.

 

Um comentário em “A Última Dança”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s